Shakhtar x Dínamo: assista ao jogo principal do Leste Europeu
17 de abril
Transmissão ao vivo
shakhtar.com
3 dólares
Sinta a rivalidade entre
Sinta a rivalidade entre
Contagem regressiva até o início do jogo
Contagem regressiva
até o início do jogo
dias
horas
minutos
segundos
dias
horas
minutos
segundos
Rivalidade até agora
1992–2001
Domínio do Dínamo
e desenvolvimento do Shakhtar
Depois que Tavriya conquistou o primeiro campeonato ucraniano,
o Dínamo conquistou nove títulos consecutivos. Nesse período,
o time de Kiev fez campanhas bem-sucedidas na Europa e chegou
às semifinais da Liga dos Campeões em 1999. Enquanto isso,
Rinat Akhmetov se tornou presidente do Shakhtar em 1996. Uma nova era começou na história do clube de Donetsk: uma segunda força apareceu na liga nacional. Já em 2000, o Shakhtar faria sua estreia na Champions League.
Depois que Tavriya conquistou o primeiro campeonato ucraniano, o Dínamo conquistou nove títulos consecutivos. Nesse período, o time de Kiev fez campanhas bem-sucedidas na Europa e chegou às semifinais da Liga dos Campeões em 1999. Enquanto isso, Rinat Akhmetov se tornou presidente do Shakhtar em 1996. Uma nova era começou
na história do clube de Donetsk: uma segunda força apareceu na liga nacional. Já em 2000, o Shakhtar faria sua estreia na Champions League.
2002
O primeiro título dos Mineiros
Com o surgimento do Clássico Ucraniano a hegemonia do Dínamo
foi interrompida. O título foi para Donetsk depois que os laranjas negros garantiram uma vitória decisiva em Uzhgorod.
Com o surgimento do Clássico Ucraniano
a hegemonia do Dínamo foi interrompida. O título
foi para Donetsk depois que os laranjas negros garantiram uma vitória decisiva em Uzhgorod.
2006
A primeira partida de ouro
Em 2005, o Shakhtar voltou a ser campeão. Na temporada seguinte,
os Mineiros desafiaram o título novamente. Anteriormente, os Mineiros tinham sido treinados por Mircea Lucescu, que iria desempenhar um papel significativo na história desta rivalidade.

Antes do Campeonato Ucraniano de 2005/06, eles introduziram a regra
do ‘jogo de ouro’ (no caso de dois clubes líderes terem o mesmo número
de pontos). E logo na primeira temporada, o futuro das medalhas foi decidido desta forma.
Em 2005, o Shakhtar voltou a ser campeão.
Na temporada seguinte, os Mineiros desafiaram
o título novamente. Anteriormente, os Mineiros tinham sido treinados por Mircea Lucescu, que iria desempenhar um papel significativo na história desta rivalidade.

Antes do Campeonato Ucraniano
de 2005/06, eles introduziram a regra do ‘jogo
de ouro’ (no caso de dois clubes líderes terem
o mesmo número de pontos). E logo na primeira temporada, o futuro das medalhas foi decidido desta forma.
2008
Batalha em Kharkiv: a final mais difícil
da Copa da Ucrânia
No ano de 2008, a rivalidade entre Shakhtar e Dínamo se tornou um clássico do futebol ucraniano, sendo os confrontos entre os adversários os mais importantes em uma temporada. A equipe de Donetsk contou com Fernandinho, Willian e Luiz Adriano.

A final da taça em Kharkiv é lembrada não só pela vitória do Shakhtar e pela segunda ‘dobradinha de ouro’ do clube, mas também pelos cinco cartões vermelhos atribuídos.
No ano de 2008, a rivalidade entre Shakhtar
e Dínamo se tornou um clássico do futebol ucraniano, sendo os confrontos entre os adversários os mais importantes em uma temporada. A equipe
de Donetsk contou com Fernandinho,
Willian e Luiz Adriano.

A final da taça em Kharkiv é lembrada não só pela vitória do Shakhtar e pela segunda ‘dobradinha
de ouro’ do clube, mas também pelos cinco cartões vermelhos atribuídos.
2009
Semifinal da Copa UEFA
Até 2009, nenhum clube ucraniano tinha conquistado o troféu europeu desde a independência da Ucrânia. Naquele ano,
nas semifinais da última edição da Copa UEFA, dois gigantes
se enfrentaram com grandes ambições, não só de ir mais longe, mas também de vencer a competição. O Shakhtar avançou
e conquistou o troféu europeu em Istambul, no dia 20 de maio.

Em agosto de 2009, a equipe do Shakhtar mudou-se para
a Donbass Arena, com capacidade para 52.000 pessoas.
No mesmo mês, o melhor jogador da história da Ucrânia independente e atual técnico da seleção, Andriy Shevchenko, voltou ao Dínamo.
Até 2009, nenhum clube ucraniano tinha conquistado o troféu europeu desde
a independência da Ucrânia. Naquele ano, nas semifinais da última edição da Copa UEFA, dois gigantes se enfrentaram com grandes ambições, não só de ir mais longe,
mas também de vencer a competição. O Shakhtar avançou e conquistou o troféu europeu em Istambul, no dia 20 de maio.

Em agosto de 2009, a equipe do Shakhtar mudou-se para a Donbass Arena, com capacidade para 52.000 pessoas. No mesmo mês, o melhor jogador
da história da Ucrânia independente e atual técnico
da seleção, Andriy Shevchenko, voltou ao Dínamo.
2010–2014
Domínio do Shakhtar
A partir da temporada 2010/11, o Shakhtar conquistou quatro títulos consecutivos da UPL; em 2011 a equipe chegou às quartas de final
da Champions League. Entretanto, o Dínamo não conseguiu regressar
às vitórias: na edição 2012/13 da Liga Ucraniana terminou em terceiro, tendo sido quarto na época seguinte.
A partir da temporada 2010/11, o Shakhtar conquistou quatro títulos consecutivos da UPL;
em 2011 a equipe chegou às quartas de final
da Champions League. Entretanto, o Dínamo
não conseguiu regressar às vitórias: na edição 2012/13 da Liga Ucraniana terminou em terceiro, tendo sido quarto na época seguinte.
2014
Shakhtar deixa Donetsk –
Dínamo conquistou dois títulos consecutivos
Em 2014, devido ao conflito militar em Donbass, o Shakhtar deixou sua cidade natal, Donetsk.

Sem se recuperar do choque, o Shakhtar cedeu dois títulos consecutivos ao Dínamo que, na onda de sucesso, chegou à fase eliminatória da Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2000.
Em 2016, os Mineiros chegaram às semifinais da Liga Europa
e sofreram uma derrota nas mãos do Sevilla. Ao mesmo tempo,
o técnico de longa data Mircea Lucescu deixou o clube.
Em 2014, devido ao conflito militar em Donbass,
o Shakhtar deixou sua cidade natal, Donetsk.

Sem se recuperar do choque, o Shakhtar cedeu dois títulos consecutivos ao Dínamo que, na onda
de sucesso, chegou à fase eliminatória da Liga
dos Campeões pela primeira vez desde 2000.
Em 2016, os Mineiros chegaram às semifinais
da Liga Europa e sofreram uma derrota nas mãos
do Sevilla. Ao mesmo tempo, o técnico de longa data Mircea Lucescu deixou o clube.
Em agosto de 2020, a comunidade do futebol ucraniano ficou chocada com a notícia do novo treinador
do Dínamo. O escolhido foi Mircea Lucescu - a figura icônica do sucesso do Shakhtar nos anos 2000.
Os brancos e azuis chegaram à fase de grupos da UCL pela primeira vez desde 2017 e impuseram o seu jogo
à equipe de Donetsk no campeonato nacional.

Depois de vários anos jogando em Lviv e Kharkiv,
o Shakhtar anunciou como sua casa de campo
o NSC Olimpiyskiy em Kiev, onde o Dínamo também recebe o seu adversário.
Em agosto de 2020, a comunidade do futebol ucraniano ficou chocada com a notícia do novo treinador do Dínamo. O escolhido foi Mircea Lucescu - a figura icônica do sucesso do Shakhtar nos anos 2000. Os brancos e azuis chegaram à fase de grupos da UCL pela primeira vez desde 2017 e impuseram
o seu jogo à equipe de Donetsk no campeonato nacional.

Depois de vários anos jogando em Lviv e Kharkiv,
o Shakhtar anunciou como sua casa de campo
o NSC Olimpiyskiy em Kiev, onde o Dínamo também recebe o seu adversário.
2017–2020
O novo Shakhtar e a reivindicação
de títulos.
Lucescu foi para o Dínamo, os Mineiros foram para Kiev
O novo Shakhtar e a reivindicação
de títulos.
Lucescu foi para o Dínamo,
os Mineiros foram para Kiev
Desde a temporada 2016/17, o Shakhtar conquistou quatro campeonatos consecutivos. Paralelamente, em 2019, os laranjas negros superaram
o Dínamo em número de triunfos na Taça da Ucrânia - 13. A equipe
de Donetsk regressou às eliminatórias da Liga dos Campeões, o clube
fez algumas transferências com sucesso, vendendo jogadores e convidando
os estreantes.

Na temporada 2019/20 que foi complicada por conta do COVID-19,
o Shakhtar parou novamente apenas a um passo da final da Liga Europa (apesar de a equipe já ter lançado sua nova campanha para o campeonato nacional enquanto finalizava o europeu).
Desde a temporada 2016/17, o Shakhtar conquistou quatro campeonatos consecutivos. Paralelamente, em 2019, os laranjas negros superaram o Dínamo em número de triunfos na Taça da Ucrânia - 13.
A equipe de Donetsk regressou às eliminatórias
da Liga dos Campeões, o clube fez algumas transferências com sucesso, vendendo jogadores
e convidando os estreantes.

Na temporada 2019/20 que foi complicada por conta do COVID-19, o Shakhtar parou novamente apenas a um passo da final da Liga Europa (apesar de a equipe já ter lançado sua nova campanha para o campeonato nacional enquanto finalizava
o europeu).
Tudo isso é o clássico futebol ucraniano,
Tudo isso é sobre Shakhtar x Dínamo
será vencido pelos campeões!